ora bem…e poderia começar por dizer qualquer coisa, mas hesito. não sei. aliás demorei muito até escrever qualquer coisa sobre o livro.

escrevo com palavras pequenas, ao jeito de escritor. não quero copiar, até porque não consigo acompanhar a capacidade artística e criativa. fico-me pela minha apreciação e pelo prazer da leitura, que foi imensa.

há pouco tempo ouvi na rádio um escritor dizer que apenas lia obras de escritores que já tivessem morrido. não compreendi, até porque não explicou. estranhei. talvez a velha história de que apenas as obras dos artistas já desaparecidos tenham valor esteja na génese da ideia. desconheço.

sei que existem, como é o exemplo, muitos escritores e escritoras, que necessitam do reconhecimento e do apoio, durante a vida. e para quê? para poderem continuar a produzir e deixar obra, para ser sempre e para sempre apreciada. este, sendo o segundo livro que leio do autor, deu-me vontade de conhecer o que me falta. sem dúvida.

[página oficial] [blog] [editora]

Partilhe este artigo:

Sem comentários

  1. Sem comentários

Comente