perco
em cada fracção de segundo,
a vontade que não é minha,
esvai-se no exacto momento em que a reclamo,
olho-a depois de soslaio, com desdém
já não a desejo.
ando
e por breves respiros
é apenas uma lembrança

Partilhe este artigo:

Sem comentários

  1. Sem comentários

Comente