Arquivo de Novembro, 2012



é mesmo naquele momento em que a cabeça pesa para a frente e de repente abrimos os olhos, é naqueles nano segundos, em que nem sabemos bem onde estamos, em que parece que saímos de um sonho difuso, mas que já estamos a aterrar na realidade, que sabe bem ouvir este, “Creaturas of an Hour”. […]

o maravilhoso da música é que ela é universal e mesmo que não se perceba, o que se canta, fica sempre a melodia que, no embalo, desperta sensações únicas e inimagináveis. estas podem ser também as paisagens da Islândia, únicas e inimagináveis, em que o sonho deambula entre cada pedaço de cor,  entre cada respirar […]

durante muito tempo tentei sempre escrever sem ter que voltar a apagar para reescrever. considerava isso uma falha, uma falta de capacidade de ter as palavras certas para dizer o que queria e como queria. aconteceu-me a mesmíssima coisa, quando comecei a escrever este post. queria encontrar o rasto certo das coisas, queria transformar o […]




Sobre

You are currently browsing the diasdeblog weblog archives for Novembro, 2012.

Longer entries are truncated. Click the headline of an entry to read it in its entirety.

Categorias

Arquivo