a verdade é que fui atraído pelo nome da banda. gosto de comboios, gosto de andar de comboio, pois é um meio de transporte cómodo e permite fazer uma série de  coisas que noutros é realmente mais complicado.

aqui falei no ambiente que se vive nos comboios, onde os rostos vazios reflectem corpos cheios de segredos. por isso são também palco de muitas histórias, completamente, desconhecidas, mas que podem marcar os seus actores.

aqui, posso apenas imaginar que os elementos deste grupo inglês podem gostar , também eles, de comboios e daí terem encontrado este nome:  “i like trains”.

e passando para o conteúdo a verdade é que também aqui encontro matéria para gostar do que ouvi. não é algo que possa considerar inovador, mas é refrescante, não pela leveza da música, mas sim pela forma que a mensagem é exposta.

tem um lado negro que aprecio, tonalidades fortes, um timbre trágico e ritmado que faz lembrar o passar de um comboio no carril que tudo arrasa.

+ i like trains

+ facebook

+ myspace

Partilhe este artigo:

Sem comentários

  1. Sem comentários

Comente