se eu percebesse alguma coisa de música e soubesse tocar, a minha banda soaria a qualquer coisa parecida a estes “Caspian”.

a intensidade que conseguem imprimir na música que fazem, mesmo não sendo completamente inovadores visto que seguem uma linha de experimentalismo e progressismo electrónico, é tão forte que chega a custar não continuar a ouvir em modo repeat.

a tentação é de os colar aos “sigur rós” ou “mogwai”, mas apesar das semelhanças conseguem imprimir uma identidade própria até porque estão muito distantes das paisagens islandesas ou das terras da escócia.

é muito fácil fechar os olhos e entrar num estado de hipnose pois este, “Waking Season”, é absolutamente fantástico.

 

+ caspian

+ facebook

 

 

Partilhe este artigo:

Sem comentários

  1. Sem comentários

Comente